Páginas: [1] 2 3 4   Ir para o Fundo
Imprimir
Autor Tópico: Reportagem - OGlobo - de 13/05/09  (Lida 11262 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.
RKY-RJ
Fundador
Boulevard M109R
*****
Offline Offline

Mensagens: 8.275


Rio de Janeiro - RJ


« : 14-05-2009, 00:14:04 »



Reportagem (clique aqui)
« Última modificação: 19-05-2009, 08:55:03 por AL » Registrado



XT1200Z - Yamaha Super Ténéré DX-60th 2017
XT1200Z - Yamaha Super Ténéré STD 2012
EU FUI: SP  2009, PR  2010, MG 2011, RJ  2012, SP  2013, SC 2014, MG 2015. RJ 2016, PR 2017, 2018 = EU VOU !
Kajita
Visitante
« Responder #1 : 14-05-2009, 07:20:04 »

Roberto, abrí o link, mas tem que ser assinante para conseguir ler...
Registrado
RKY-RJ
Fundador
Boulevard M109R
*****
Offline Offline

Mensagens: 8.275


Rio de Janeiro - RJ


« Responder #2 : 14-05-2009, 09:54:54 »

Lá vai:

Entre o charme e a força bruta
Suzuki Boulevard C1.500 não tem tanto carisma quanto as custom americanas, mas na hora de acelerar a razão supera a emoção.

Roberto Dutra

As motos custom de alta cilindrada surgiram nos Estados Unidos, e logo se espalharam pelo mundo. Tornaram-se sinônimo de conforto sobre duas rodas, além de serem a tradução mais perfeita da tal “sensação de liberdade” alardeada pelos motociclistas estradeiros. Nas rodas desta história, as americanas (como Harley-Davidson e Indian) conquistaram uma legião de fãs apoiando-se mais em carisma e charme e menos em eficiência.
Já os modelos de origem japonesa, como a Suzuki Boulevard C1.500 que você vê aqui, apostam na receita inversa: jamais conseguiram ser tão sedutoras quanto as ianques, mas, na hora de acelerar na estrada, são mais que convincentes.
Rodamos aproximadamente 160km com a maior custom vendida pela Suzuki no país atualmente. E nossa principal percepção foi essa inversão de valores – ainda mais ao lembrarmos que, há algum tempo, andamos na Heritage Softail, um dos mais clássicos modelos da Harley. Naquela avaliação, ela justificou sua fama – para o bem e para o mal.

Do meio urbano para a estrada, quanta diferença
Embora seja grandona, a Boulevard C1.500 não intimida.
Pesa robustos 302 quilos a seco, mas é baixa e permite pleno apoio dos pés no chão. Por isso, foi extremamente fácil manobrá-la em uma garagem apertadinha. Partimos em meio ao trânsito urbano e, obviamente, ali ela não estava muito à vontade. Mas também não empacou: é relativamente ágil para seu comprimento e seu entre-eixos longos.
Chegamos à estrada e tudo mudou. O bom torque de 11,7kgfm chega a baixinhas 2.800rpm e, neste tipo de moto, isso é muito mais importante que a potência – aqui, o pico é de 69cv a 4.800rpm.
Por causa disso e das relações de marchas bem escalonadas, há força consistente até na quinta e última marcha.
Do contrário, seria complicado gerenciar sem sofrimento o enorme motor de 1.462cm? divididos em dois cilindros em V.
A moto, porém, é inescapavelmente projetada para as estradas predominantemente planas e retas dos EUA. E bastou começarmos a subir uma serra que as trocas de marcha tornaram-se mais freqüentes que o desejável. Os engates do câmbio são barulhentos (e coadjuvam o perceptível “ronc-ronc” do eixo carda), mas entram com precisão oriental.

Uma garantia importante: chegar ao destino

Essa é a tônica desta Boulevard.
Tudo funciona de forma precisa e sem sustos. Talvez seja por isso que os “harlistas” mais ortodoxos torcem o nariz para as custom japonesas: na prática, elas não despertam tantas emoções. Transmitem segurança de forma discreta, não quebram, não vazam óleo, não custam para pegar, não deixam peças pelo caminho.
Para os puristas, é um tédio só.
Para nós, contudo, é bom saber que, muito provavelmente, chegaremos ao destino.
A “nossa” Boulevard,porém, resolveu dar uma de dondoca caprichosa. Contra todos os prognósticos, ficamos sem freio traseiro no meio do percurso.
Primeiro, ele travou sozinho duas vezes. Depois, com a pastilha colada no disco único (que esquentou para valer),parou de funcionar completamente.
Seguimos só com os dois discos do freio dianteiro.
Mesmo assim a Boulevard mostrou um projeto digno da terra do Sol Nascente. É sólida, o quadro torce pouco, as curvas são feitas sem sustos ou “reboladas” da traseira apoiada em amortecimento monochoque e as frenagens são seguras e sem mudanças de trajetória.

Sofremos um pouco com a suspensão excessivamente dura e o guidom um tanto baixo, mas ressalve-se que ambos têm ajustes – e estávamos na posição mais rígida.

Preço competitivo como grande atrativo

Por outro lado, o banco do piloto é uma poltrona do papai e a parte do garupa também resolve (mas é menos entusiasmante).
Melhora com o encosto, acessório que estava em “nossa” moto com suportes de alforges e escapes curtos.
Já com pouca luz iniciamos a volta. Descemos a serra com o cuidado pedido pelo freio a menos e chegamos sem maiores sobressaltos. Nesse meio tempo, descobrimos um farol dianteiro capaz de iluminar a um distância absurda. E  também uma eficiente iluminação de painel, que, assessorada por grafismos simples e de bom tamanho, proporciona ótima visualização dos instrumentos em quaisquer condições.
A Boulevard resume, sob quase todos os aspectos, a filosofia de racionalidade de mais e emoção de menos típica das custom japonesas. Para quem não faz muita questão de charme, mas acha fundamental reduzir as chances de ficar pelo caminho, é uma excelente opção.
Inclusive porque o preço de R$ 40.500 é extremamente competitivo: uma Harley Fat Boy, por exemplo, não sai por menos de R$ 57.000.

SUZUKI BOULEVARD C1.500
PREÇO:R$40.499
ORIGEM: Brasil
MOTOR: Dois cilindros em V, 1.462cm?,6v, refrigeração a ar, injeção eletrônica, potência de 69cv (a 4.800rpm) e torque de 11,7kgfm (a 2.800rpm)
TRANSMISSÃO: Câmbio de cinco marchas. Secundária por eixo carda.
SUSPENSÃO:Dianteira, com garfos telescópicos e traseira monochoque
FREIOS: Disco duplo na frente e simples atrás
PNEUS: Dianteiro 150/80 R16 e traseiro 180/70 R15
DIMENSÕES: Comp.: 2,52m; entre-eixos: 1,70m
PESO: 302 quilos
TANQUE: 14 litros
CONSUMO*: 17,1km/l  Medição CARROetc

Registrado



XT1200Z - Yamaha Super Ténéré DX-60th 2017
XT1200Z - Yamaha Super Ténéré STD 2012
EU FUI: SP  2009, PR  2010, MG 2011, RJ  2012, SP  2013, SC 2014, MG 2015. RJ 2016, PR 2017, 2018 = EU VOU !
jo.oliveira
Boulevard M800
*******
Offline Offline

Mensagens: 4.763


Rio de Janeiro - Jacarepagua


« Responder #3 : 14-05-2009, 10:11:53 »

  Otima matéria, que so ajuda  a valorizar a  categoria, porem adorei essa parte do texto em especial..." não quebram, não vazam óleo, não custam para pegar, não deixam peças pelo caminho.
Para os puristas, é um tédio só. "..... Adorei  laughing4 laughing4 laughing4
 Abraços.
Registrado

pietropaladini SC
Membro Coletado
Boulevard M800
*
Offline Offline

Mensagens: 5.480

Blumenau SC


WWW
« Responder #4 : 14-05-2009, 10:45:54 »

Muito legal... o cara se apaixonou pela Boulevard... imagina se ele tivesse andado na M800 ?!?!?! hehe  angel4

Interessante ter ficado sem freio traseiro... tá doido, nunca vi disso ! Mas mesmo assim a brava máquina continuou firme na estrada.

Só discordo dele quando diz que ela não tem charme  nono 
A C1500 é muito linda e charmosa... quase uma M800 !!!

Mais uma vez parabéns a nossas Boulevard's  blob7 blob7 blob7 hello2 hello2 hello2
Registrado

Hell
Fundador
Boulevardossaurus Rex !!!
*****
Offline Offline

Mensagens: 20.884



« Responder #5 : 14-05-2009, 10:52:30 »

A questão do freio eu já tinha visto. Tem um pessoal da C1500 que teve esse problema (parece que é meio que normal isso do freio esquentar). Trocando o flexível original pelo aeroquip no freio traseiro, foi sanado o problema de aquecimento  thumbsup
Registrado

BOG - Irmãos de Alma e Estrada
Carlos
Visitante
« Responder #6 : 14-05-2009, 14:26:13 »

Amigos, e a sorte que tive? Prá quem analisou a proposta da Road King Classic e quase, quase mesmo enfiou a cara, terminar com a bela Bula Ruiva foi muito adequado. Também não dá prá dizer que ela não tem glamour, é moto prá valer!!!! Linda, potente, confortável e confiável. Excelente aquisição.
Registrado
Mauricio
Mobilete
**
Offline Offline

Mensagens: 344

Indaiatuba - SP


« Responder #7 : 20-05-2009, 01:44:16 »

Naum gostei muito da reportagem naum... angry7
Primeiro o cara disse que o freio travou 2 vezes, e ele continuou rodando ??? Depois o freio esquentou...é claro ! ! ! Tô achando que o cara rodou com o pé descansando no freio. Ele tinha carteira ?

E tudo isso aconteceu em 160 Km... No fim de semana passado rodamos mais de 300 Km, e foi tudo bem.
Troca de marchas? Quase nenhuma, só quando reduzia mesmo, e com a patroa na garupa. É so chamar no acelerador, que o "trator" responde...
Consumo ? No rítimo de Atibaia, 19,6 km/L....claro que com o pé no freio gasta um pouquinho mais, mas não cheguei a medir... laughing7
« Última modificação: 20-05-2009, 01:48:33 por Mauricio » Registrado
AL
Fundador
Boulevard M800
*****
Offline Offline

Mensagens: 5.742


Americana - SP


« Responder #8 : 20-05-2009, 08:53:40 »

Cara, no ritmo de Atibaia, acho que a minha passou de 21. Tenho que fazer a média no próximo abastecimento... icon_biggrin
Registrado

Abraços,


AL
Suzuki Boulevard C1500 '08 Branca e Prata - Adele
Kajita
Visitante
« Responder #9 : 20-05-2009, 09:42:25 »

A minha passou de 21... ainda tenho um risquinho no tanque, e já passei dos 280 kms...

Registrado
RKY-RJ
Fundador
Boulevard M109R
*****
Offline Offline

Mensagens: 8.275


Rio de Janeiro - RJ


« Responder #10 : 20-05-2009, 10:24:41 »

Risquinho no tanque, passa uma cera polidora que fica tudo bem ... angel4
Registrado



XT1200Z - Yamaha Super Ténéré DX-60th 2017
XT1200Z - Yamaha Super Ténéré STD 2012
EU FUI: SP  2009, PR  2010, MG 2011, RJ  2012, SP  2013, SC 2014, MG 2015. RJ 2016, PR 2017, 2018 = EU VOU !
Hell
Fundador
Boulevardossaurus Rex !!!
*****
Offline Offline

Mensagens: 20.884



« Responder #11 : 20-05-2009, 10:31:50 »

Pessoal o tópico é sobre a reportagem da C1500, e não do consumo de quem foi para Atibaia  angel4

Vamos nos ater ao tópico, ok?  thumbsup
Registrado

BOG - Irmãos de Alma e Estrada
AL
Fundador
Boulevard M800
*****
Offline Offline

Mensagens: 5.742


Americana - SP


« Responder #12 : 20-05-2009, 10:33:43 »

icon_salut tongue3
Registrado

Abraços,


AL
Suzuki Boulevard C1500 '08 Branca e Prata - Adele
Mauricio
Mobilete
**
Offline Offline

Mensagens: 344

Indaiatuba - SP


« Responder #13 : 20-05-2009, 16:12:00 »

É isso aí amigo Al... O importante é que estas máquinas (Bulevas) são bem econômicas, confortáveis e muito bem vistas...ou vc não reparou o pessoal das HD's admirando nosso comboio lá no SA no Dom. ?  lurk
Registrado
T1
Intruder 125
****
Offline Offline

Mensagens: 1.090


SBC/SP - D Spark (BM Preta)


« Responder #14 : 20-05-2009, 16:21:08 »

Aliás, acho que foi por isso que tremeram algumas fotos!  confused5
Registrado

[]'s,

Thiago
Páginas: [1] 2 3 4   Ir para o Topo
Imprimir
Ir para: